terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

De frente para o sol - Livro

Ganhei* de aniversário o Livro "De frente para o sol" do escritor Irvin D. Yalom, o mesmo autor de "Quando Nietzsche chorou" e "A cura de Schopenhauer", entre outros. Este livro foi publicado pela Editora Agir e tem 222 páginas. O autor trata, principalmente, da superação da morte. No entanto, para falar da morte, ele trata de temas que estão interligados: medo, perdas, velhice, doenças entre tantos outros assuntos. Queria poder transcrever aqui algumas passagens muito interessantes, mas o espaço é pequeno e, por opção, resolvi postar textos curtos para facilitar e agilizar a leitura. De qualquer forma, tem uma passagem que acabei de ler e que, acho, merece destaque, por isso, vou trancrevê-la: "Nenhuma mudança positiva pode acontecer na vida enquanto voce se agarra ao pensamento de que o motivo para não viver bem está fora de você. Enquanto responsabilizar inteiramente os outros, que o tratam injustamente - um marido grosseiro, um chefe exigente e pouco encorajador, maus genes, complusões irresistíveis -, sua situaçãovai estar em um impasse. Você e apenas você é reesponsável pelos aspectos cruciais da sua situação na vida, e apenas você tem o poder de mudá-los. Mesmo que enfrente obstáculos externos opressores, você ainda vai ter a liberdade e a opção de assumir diferentes atitudes perante eles."(p.85).

*presente de Nanci Garden

Um comentário:

  1. "Embora as pedras nao oucam nem consigam ver,
    todas suplicam tristemente para nao as esquecer"(p.127)
    Este livro, assim como muitos sobre existencialismo, eh um "tapa na cara" pra acordar pra vidae apesar de tratar basicamente sobre a morte sua mensagem e super positiva. Que vivamos intensamente e sejamos o melhor que de nos mesmos.

    ResponderExcluir