quinta-feira, 7 de maio de 2009

Explicando o inexplicável (texto)

Técnicos da Prefeitura do Rio de Janeiro são flagrados urinando na rua em "Choque de Ordem". Acho que talvez seja necessário explicar o que significa "Choque de Ordem", vamos lá: é o nome dado pela atual equipe do prefeito eleito da Cidade do Rio, Eduardo Paes, para as medidas adotadas, na cidade, em relação à organização e ao "bom" funcionamento dela.
Dentre as medidas da atual equipe estão: limpar a cidade, destruir construções irregulares, proibir a venda de produtos ilegais, retirar os moradores de rua, aumentar o policiamento da cidade etc.
Feito o parêntese, continuo com aquele papo de urina na rua...
O Secretário de Obras da cidade pede desculpas à população e diz que os técnicos serão advertidos, no entanto, em março, o estudante Thiago da Silva Rocha Paz, 18 anos, foi detido, pelo Secretário Municipal de Ordem Pública, Rodrigo Bethlem, por urinar na rua no desfile do Monobloco, no Centro. Thiago foi levado à 5ª DP (Gomes Freire), autuado e liberado.
A lei penal prevê detenção de três meses a um ano ou multa para ato obsceno, mas a pena pode ser alternativa, como doação de cestas básicas.
"Faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço" traduz bem os dois pesos e duas medidas da equipe do atual prefeito.
Não estou justificando o ato do estudante. Acho que urinar na rua não é nada educado, além do cheiro desagradável que isso provoca. Mas todos nós sabemos que não existem banheiros químicos para serem usados em parte alguma da cidade, nem mesmo quando há uma grande concentração de pessoas, como é o caso dos desfiles de blocos na cidade do Rio de Janeiro.
Ou a prefeitura disponibiliza os banheiros ou faz como o Secretário Municipal de Obras, pede desculpas e adverte a população.

Um comentário:

  1. Oi meu chamego!
    Amanhã lá no meu blog vou falar de uma pessoa muito especial. Advinha quem é??????
    EU, claro!
    Não se esqueça de passar lá em casa pra me ver de barrigão.
    Muitos bjs pra vc.

    ResponderExcluir