terça-feira, 30 de junho de 2009

Ahmadinejad (texto)

Mahmoud Ahmadinejad, presidente do Irã, declarou nesta terça-feira (30) que a sua reeleição é uma vitória para o povo iraniano e uma derrota dos inimigos da República Islâmica. O presidente discursou um dia após o principal órgão legislativo do Irã ter confirmado que ele venceu a eleição de 12 de junho com uma maioria esmagadora e rejeitou queixas de irregularidades feitas por dois adversários derrotados, pró-reforma.
Sei muito pouco sobre o Irã, e o que sei é filtrado diversas vezes pelos órgãos de imprensa, mas como um bom leitor e ouvinte das declarações políticas fico muito desconfiado quando leio/ouço que a vitória de alguém é a vitória do "povo" ou que ela representa uma derrora dos "inimigos da República" ou "dos inimigos da democracia", ou ainda que "está sofrendo uma perseguição política" e tb que "a imprensa promove uma campanha de desmoralização" etc.
No Caso específico de Ahmadinejad há um inimigo ainda maior os "Inimigos da República Islâmica" e que fique bem claro que para ser inimigo dessa República basta apenas questioná-la.
Seja no Brasil seja no Irã, me parece, que política se faz de forma bastante semelhante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário