quarta-feira, 22 de julho de 2009

"Sempre pode piorar" ou "Se mexer, fede". (texto)

E quando a gente acha que tudo está traquilo, que nada mais tem para ser descoberto, eis que uma sequência de diálogos gravados pela Polícia Federal (PF) com autorização judicial, durante a Operação Boi Barrica, e divulgados na edição desta quarta-feira (22) do jornal O Estado de S.Paulo, revela a nomeação de cargos pela família Sarney no Senado e liga o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), ao ex-diretor-geral Agaciel Maia na prestação de favores concedidos por meio de atos secretos.

Um comentário:

  1. Nada é tão ruim que não possa piorar meu amigo, principalmente no nosso país.
    Gostaria muito que vc se apaixonasse por uma pessoa maravilhosa e que te deixasse bem feliz, mas pra isto acontecer vc tem que permitir viu!
    Bjs meu chameguinho.

    ResponderExcluir