terça-feira, 18 de agosto de 2009

As voltas que o mundo dá (texto)

O mundo é grande, mas nossos passos são bem maiores do que ele, por isso, pessoas, situações, amigos, volta e meia, ressurgem em nossas vidas, ainda que a gente espere bem pouco disso. Ontem reencontrei um amigo por quem tenho muito carinho. Nos encontramos através da internet, mas foi o bastante para eu saber que ele continua especial. Ele é do Piauí e está se mudando para Brasília, me disse que queria dar uma chacoalhada na vida e está a caminho.
Nos conhecemos num carnaval em Florianópolis e, tão logo conversamos, descobrimos afinidades. Já nos encontramos no Rio numas férias de verão e agora, ele mais "perto", quem sabe esses encontros não serão mais frequentes?.
Aí fiquei com a música da Joyce na cabeça: "Revendo amigos" que é linda e que fala dos tempos que se vão, dos amigos que se vão, mas que estarão em algum lugar aqui dentro de nós.

Revendo amigos
Vontade de rever amigos
Os gestos de sempre, a risada em comum
Contando as histórias e os casos antigos
As músicas novas
Sem moda, sem tempo nenhum

Vontade de rever amigos
Dizer que estou solta na minha prisão
Gritar pras pessoas
Vem cá que eu tô viva
Me tira a tristeza de dentro
Do meu coração

Saber quem morreu
Perguntar quem chegou de viagem
Se foi porque quis
Explicar que o amor me pegou de mal jeito
Mas tudo somado acho que fui feliz

No entanto, cadê meus amigos
Vai ver que a poeira do tempo levou
A barra da vida tem muitos perigos
E a gente se afasta sem querer
Se esquece sem querer
Se perde dos velhos amigos

Se esquece e se perde dos velhos amigos
(Joyce)

Nenhum comentário:

Postar um comentário