segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Da série Contos Mínimos (texto)

Vivia no mundo da lua, ainda que nunca tivesse saído de sua cidade natal. Duas quadras, 5 ruas, uma igreja e a praça principal (não existiam outras). A melhor roupa era a de domingo, missa na matriz. Festa mesmo, só a do padroeiro! E a saudade dava o tom de sua existência. Nunca mais os olhos sobre ele.

3 comentários:

  1. Ah Alê!
    Tá bonitinho demais essa série.
    Bjs querido.

    ResponderExcluir
  2. Oi Alexandre, é impressionante como com tão poucas palavras, vc consegue dizer tanto! seus contos mínimos, são o máximo!
    Sorry o trocadilho...Obrigada pelo coment lá no blog!
    Beijos

    ResponderExcluir