terça-feira, 17 de novembro de 2009

Só mesmo a mãe (texto)

Hoje eu tive uma notícia muito boa: uma ex-orientanda, Vera Beatriz Hoff Pagnussatti – Mal. Cândido Rondon/Paraná, do Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE/PR) foi premiada pela Fundação Bunge (clique para ver) com o prêmio Professores do Brasil com um trabalho que realizamos em 2007. Fiquei tão feliz com a sua premiação, porque ela reforça o que sempre soube em relação à Vera: professora nota 10, pelo amor ao trabalho, pela dedicação ao estudo, inteligência e pelo prazer de fazer bem feito o que se propõe.
Aí se a minha mãe estivesse viva eu teria ligado para dar essa boa notícia! Ela sempre era a primeira a saber dessas novidades e vibrava comigo como se ela estivesse diretamente envolvida no processo. Não tive pra quem ligar, porque só as mães vibram conosco dessa forma. Amigos ouvem, mas quem escuta com o coração, so mesmo a mãe.
Fiquei lembrando, não com tristeza, mas com saudade, como ela ficou feliz quando passei no vestibular, como ela se realizou com a minha formatura na graduação, como rezou para que a defesa do mestrado fosse tranquila, como vibrou comigo quando terminei o doutorado e como ouvia essas bobagens todas como se fosse ela mesma a passar pela situação.
Só as mães são felizes!

2 comentários:

  1. Tudo bem a homenagem pra sua mãe, mas falar que eu não ia vibrar muito com vc é mentira. Eu não te falei que vc agora é meu irmão?
    Tudo bem que eu não perguntei se vc aceitava, mas eu escolhi e pronto.
    Parabéns meu lider por natureza, ser lider tb é saber orientar as pessoas sabia?
    Bjs irmãozinho do meu coração!
    (as vezes fico imaginado a sua cara quando lê meus comentários)

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pra vcs!! Como tive a oportunidade de conhecer os dois (Vc e a prof. Vera) posso dizer que, com certeza, foi merecido o prêmio! Os dois são ótimos professores! Beijos!

    ResponderExcluir