segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Os óculos do Drummond (texto)

A partir desta segunda-feira (28), a estátua de bronze do escritor Carlos Drummond de Andrade passa a ser monitorada 24 horas por câmeras da CET-Rio. O objetivo é tentar impedir ou ao menos flagrar atos de vandalismo que se tornaram recorrentes.
A escultura, que também ganhou óculos novos nesta segunda-feira, foi alvo de vândalos oito vezes desde 2007. Da última vez, além dos óculos, o braço direito foi danificado e está com uma rachadura, uma possível indicação de que alguém tentou arrancá-lo.
Em 2008, a estátua foi adotada por um fabricante das lentes para óculos, que pagou pelo conserto e pela instalação das câmeras de segurança. A escultura ganhou ainda duas placas de identificação, com informações sobre a vida do poeta e a empresa responsável pela adoção.
A reposição dos óculos custa R$ 3 mil em gastos com material e mão-de-obra. Na última vez que foi furtado, o acessório de bronze foi fixado com um pino e soldado na estátua.
Esses óculos vandalizados não têm nenhum valor monetário, até porque eles, quase que de forma geral, são apenas arrancados, quebrados e os pedaços ficam por ali mesmo no Posto 6 perto da estátua do poeta.
Uma pena que a gente ainda precise educar as pessoas para que elas entendam que o patrimônio é nosso. É para enfeitar a cidade e homenagear um dos nossos maiores poetas.

Um comentário:

  1. E ae Alexandre. Meu fim de ano está bem corrido, trabalhando mais do que outros períodos do ano! Mas isto não evita de festar e estar um pouco com os amigos. Nada sería melhor para mim do que levantar sem preocupações com horários, poder viajar... Então, para vc não esquecer totalmente
    da "realidade" vou lembrar que estou fazendo teu artigo, heheh. Ótimo 2010!Abraços!

    ResponderExcluir