terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Abraços partidos (filme)

Acostumado com um Almodóvar que escreve e filma mulheres, me deparei com uma história masculina: Mateo Blanco (Lluís Homar), cineasta e roteirista, sofre um acidente de automóvel que lhe deixa cego e sem o amor da sua vida. Ele decide, então, que Mateo deveria morrer junto com sua amada Lena (Penélope Cruz). Assim, apaga uma parte de si, passando a encarnar a persona que tinha escolhido no reino literário, o pseudônimo com o qual assinava seus livros: Harry Caine. Harry usa a cegueira para apurar os outros sentidos.
Catorze anos mais tarde - o momento em que o filme começa -, Mateo/Harry reconta sua história a Diego (seu filho, o que ele ignora). Trata-se de uma saga dilacerante de amor louco, fatalidade, ciúme e traição, na qual o escritor cego exuma e ressuscita a sua identidade "póstuma".
Não sei bem se gostei do filme. Acho que estou acostumado com um outro Almodóvar, com as suas mulheres e as histórias em torno delas. Talvez eu precise rever o filme (noutra oportunidade) para poder afirmar com mais certeza se gostei ou não.

2 comentários:

  1. Oi Alexandre, neste link (http://www.gmodules.com/ig/creator?synd=open&url=http%3A%2F%2Fwww.google.com%2Fig%2Fmodules%2Ftranslatemypage.xml&lang=pt-BR) vc encontra o tradutor. Vc configura de acordo com suas preferências e clica em "obter código".Em seguida copia o código. No seu blog, na link "Layout", vá em "adicionar um gadget". Escolha "HTML/javaScript". No box que surgir vc cola o cógigo que havia copiado antes. É só pedir para inserir e pronto.

    ResponderExcluir
  2. "Trata-se de uma saga dilacerante de amor louco, fatalidade, ciúme e traição, na qual o escritor cego exuma e ressuscita a sua identidade "póstuma"."

    Hum! Gostei!
    Vou ver depois te falo, vai demorar, as coisas aqui demoraram a chegar.
    Bjs.

    ResponderExcluir