quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Chove Chuva (texto)


Aprendi na escola, assim que entrei nas aulas de Língua Portuguesa (na época era Comunicação e Expressão) que "chove" era fenômeno da natureza e por isso uma oração sem sujeito, da mesma forma que "amanheceu", "anoiteceu" etc. Até aí tudo bem, não se pode mesmo atribuir a alguém a responsabilidade desses fenômenos. Nem mesmo aos prefeitos, governadores etc.
Além disso, a chuva que insiste por 35 dias intermitentemente, é caso para se pensar. No entanto (sempre tem um porém), Se (tb recorrente esta condicional) rios fossem drenados, bueiros limpos, lixo recolhido, ruas varridas, escoamento de água existisse, encontas fossem fiscalizadas e, se necessário,  barreiras fossem construídas, os danos não seriam tantos, mas sobrevoar apenas quando a m. está feita para ficar a par da situação, não resolve.

2 comentários:

  1. é na TV desgraça vende que é uma beleza, e educação não vende meu amigo...porque vc acha que eu fico tanto tempo na net? rs bjs

    ResponderExcluir
  2. Se cada um fizesse sua parte não é mesmo?!
    Bjs.

    ResponderExcluir