quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Futebol e Samba (texto)

Escola de Samba é como time de futebol, torce-se por uma até morrer e mesmo que faça muito tempo que ela não vença o coração fica pintado com as cores da sua bandeira. Eu sou Flamenguista e torço pela Mocidade Independente de Padre Miguel desde de pequeno. Tanto um quanto outra foram influências de minha mãe. Meu coração é parte Vermelho e preto e Verde e branco.
Não me lembro bem quando foi o carnaval da vitória da escola de samba. Sei apenas que faz alguns anos que ela não vence. Tenho uma vaga lembrança de que foi Ziriguidum 2001 - Carnaval nas estrelas em 1985
Fiz uma rápida pesquisa no google e descobri que foi em 1996 com o enredo Criador e Criatura (o carnavalesco era o Renato Lage). De qualquer maneira, faz é tempo que a minha escola não vence. Este ano acompanhei o desfile pela TV e fiquei impressionado com a Unidos da Tijuca (campeã) e com a Beija-Flor de Nilópolis. Fazia tempo que eu não via o desfile pela TV. O espetáculo (e não é exagero) é muito melhor ao vivo na Marquês de Sapucaí, o sambódromo, mas enquanto não posso ver o desfile, vou acompanhando pelas bordas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário