sábado, 31 de julho de 2010

Amor sazonal (texto)

Às vezes reclamo demais da vida! Mais do que realmente devia. Fui privilegiado em vários sentidos, sobretudo no que diz respeito aos amigos. Hoje reencontrei, aqui nesse mundão virtual, uma grande figura que faz parte dessa sorte toda de tanta gente mundo afora.
Na verdade, fui encontrado, mas isso não desmerece, em nada, aquele privilégio dos grandes amigos. Dessas pessoas especiais que esbarrei, e continuo encontrando, nesses caminhos todos.
Fazia um tempão que não nos comunicávamos. Ele no Rio eu em Cascavel. E apenas um fio nos ligando. Até que num curto circuito faíscas acenderam, sabe-se lá porquê, as estradas e nos vimos.
Somos sazonais: às vezes próximos, às vezes distantes, mas o carinho que tenho por ele é constante, não tem tempo ruim e nem estação específica.
Sorte a minha, minha vida ter cruzado com a dele num momento.

2 comentários:

  1. ciao ALEX,PURTROPPO IL TRADUTTORE FA UN POCO DI CONFUSIONE.MA CREDO DI CAPIRE CHE HAI RITROVATO UN GRANDE AMORE-AMICO,DOPO MOLTI ANNI. E' SUCCESSO ANCHE A ME.PASSATI 25ANNI MA SEMBRA SOLO IERI.ORA SPERO IL MIO AMORE PER LUI POTRA' NASCERE E VIVERE

    ResponderExcluir