terça-feira, 17 de agosto de 2010

Pontualidade (texto)

Sou muito pontual (e se não acreditam, podem perguntar aos meus amigos, alunos, colegas de trabalho etc.), não gosto de deixar que me esperem. Em contrapartida, odeio esperar cinco minutos.
É claro que, com o passar dos anos, fui ficando menos irritado com o atraso dos outros (quase todo mundo se atrasa ... né?). De qualquer forma, fico incomodado com a falta de compromisso com o tempo alheio (alheio = a meu tempo).
Eu sempre tenho, lá na universidade, mil duzentas e cinquenta e três coisas e meia para fazer durante o dia e se um indivíduo se atrasa por meia hora (se é que meia hora pode ser considerado um atraso) os compromissos, num efeito dominó, acabam ficando por fazer.
Hoje foi um dia desses. Marquei com um professor às 13h30 para uma revisão e ele chegou às 15h (eu queria lhe cortar uma das mãos, mas seria acusado de extremista). Às 16, tinha uma reunião importante e não consegui chegar em virtuude desse sujeito.
Tentamos remarcar a reunião para uma outra data e não foi possível tb por conta do compromissos dos outros. Ou seja, perdi a oportunidade de participar de decisões importantes por conta do descompromisso de alguém.
Por que somos tão discplicentes com o horário? Por que quase ninguém é pontual? Por que ser pontual é = a ser chato? Por que não nos colocamos no lugar do outro quando se trata de marcar um horário e não o cumprir? Por que o brasileiro se atrasa tanto? Por que, por que, por que?

4 comentários:

  1. ser pontual é = a ser chato


    Olha eu ai: pontual e chata meeeeeeeeeeeeeeeesmo com relação ao horário combinado.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Te entendo, sou totalmente britânica...bjs

    ResponderExcluir
  3. Né?! Como disse, estou fazendo Sr. Pontual hahaha

    ResponderExcluir