sábado, 18 de setembro de 2010

Revista Veja Indispensável Para o Neoliberalismo (texto)

O título tomo emprestado do livro de uma amiga (Carla Luciana Silva), mas as observações me veem a partir das últimas e novas notícias publicadas pela revista às vésperas das eleições de 2010.
É impressionante como a Revista Veja nesses últimos dias, mês, tem descoberto problemas relacionados ao governo federal. Tantas denúncias envolvendo ministros, parlamentares, políticos próximos ou filiados ao Partido dos Trabalhadores (PT).
Parece mesmo que a revista anda empenhada em relação às denúncias e à limpeza desse cenário (sujo) político brasileiro. Um empenho que me emociona até. Fiquei aqui pensando que Veja é mesmo indispensável para esse país que queremos. Democrática, verdadeira e neutra. E, sobretudo, independente no que tange às análises efetivadas em suas páginas.
Pra mim, suas páginas não sevem nem para rabiola. Não estou, no entanto, blindando o governo federal, mas a minha surpresa é essa enxurrada de denúncias às vésperas das eleições mais importantes para o país.

5 comentários:

  1. Vejo o brasileiro escolhendo nossos governantes da forma como escolhe qual Fast food vão comprar, (pelo jingle mais divertido, imagens mais bonitas, e o que mais agradar-lhe, mesmo que não seja o melhor para todos). Vejo ainda por cima os poderosos donos de veículos de massa usando a ignorância do povo, para manipular suas atitudes...e comandar este país, da forma que lhes convém...

    Parece CoCaíNa

    http://geracaococacola-llt.blogspot.com/2010/09/parece-cocaina.html

    ResponderExcluir
  2. A "óia" já foi mais influente. Com a internet, blogs, etc, ela parece estar perdendo poder de "convencimento". Pelo andar da carruagem, as reportagens dela e da folha não mudaram as pesquisas em desfavor da candidata do governo. Ou o povo não lê a "óia", ou ela não tem poder de convencimento.

    ResponderExcluir
  3. Alex,vc acha então q não está acontecendo nada de errado com o atual governo? Acha sinceramente que se precise da VEJA pra ser ver o aparelhamento do estado brasileiro, pesssoas sem qualquer tipo de qualificação ocupando cargos somente por seu viés político? O PT sempre se arvorou como o mais ético dos partidos, e no entanto quando chegou ao poder fez igual(ou pior)q os outros(para minha decepção total)já q sempre votei no partido, hoje não creio mais em partidos, e sim em algumas(bem poucas)pessoas,infelizmente.Um grande abraço, ROBSON

    ResponderExcluir
  4. Robson, eu não escrevi isso, o que escrevi foi sobre a enxurrada de matérias sobre o atual governo em vésperas de eleições...
    Quando vc diz que tem uma porção de gente ocupando cargos sem qualificação, sei que vc não está dizendo que isso surgiu com o PT, nomeações sempre foram práticas políticas. Não estou dizendo que isso é certo (não acho) mas isso é legal (ainda que não seja moral).
    Não me surpreendi com o que aconteceu com o PT pq o partido é feito de pessoas e não acho 9achei) que elas pudessem ser diferentes das outras. Vende-se peixe, mas a gente compra o que a gente quer.

    ResponderExcluir
  5. Penso que temos que ser críticos em relação a tudo que lemos e vemos nos meios de comunicação. Mas não dá prá acreditar que todos os jornais, todas as revistas, todos os noticiários estão macumunados para derrubar o governo, não dá para simplesmente pegar todas as denúncias que vêm agora a tona e simploriamente atribuir a maquinações da oposição ou dos tais "interesses" de alguma entidade diabólica (denominada de "elite" por alguns incautos). A imprensa, é sim, com todos os seus eventuais defeitos, instrumento da democracia e cabe a nós separmos o joio do trigo pelo único caminho que temos: continuando a buscar as informações sem fechar os olhos para elas.

    ResponderExcluir