segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Além da miopia (texto)

Sei, com alguma certeza, que cada um fala do lugar que ocupa e que por conta disso o que diz só pode ser disto daquele lugar ocupado. Tudo isso tá dito faz algum tempo, mas não pode justificar a falta de criticidade em relação ao que se diz ou ainda a irresponsabilidade sobre o que se fala.
Li no Facebook, no Messenger, no orkut e no Twitter, além de incitação à violência, do tipo, "Mate um nordestino" (fazendo referência aos votos da região à Dilma), uma desvalorização generalizada da burguesia brasileira em relação aos votos dados à presidente.
Estranho, muito estranho, esquisito, muito esquisito alguém achar que apenas a sua posição política poderia se justificar. Que apenas ela é fruto da consciência, do conhecimento político etc. & tal. Fiquei aqui pensando, feliz da vida, diga-se de passagem com o resultado da eleição, sobre o que significa para o país uma mulher ocupando à Presidência da República e de como isso simbolicamente faz diferença num Brasil dominado 500 e poucos anos por mãos masculinas. Mas isso é para outra postagem.
Tanto Serra quanto Dilma tiveram votos em todas as regiões do país, em todos os estados, pendendo, naturalmente, para um ou para outro, portanto atribuir apenas a uma região é, no mínimo, falta de leitura. Falta de leitura tb seria achar que todas as pessoas dessa região (Ne.) fazem uso dos programas de governo e que por isso teriam votado em Dilma. Só escreve isso quem nunca viajou ao Norte e Nordeste do país. E ainda, achar que em todos os estados do Sul (sudeste) toda a gente é bem formada, educada e desnecessita dos investimentos das ditas "bolsas" alimentação. Pretensão total.
Viva a democracia. Viva a possibilidade de poder ir às urnas para escolher vereadores e presidentes da repúblicas. Viva a possibilidade de se eleger negros, nordestinos, mulheres, sociólogos, sindicalistas, professores. Que a democracia nos seja uma lição e não um peso.
Que a gente consiga enxergar, além da miopia, o valor de todos os votos.

Um comentário:

  1. Muito boa sua reflexão. A ideia de desqualificar o voto nordestino é ridícula. Não é falta de leitura achar que todos no NE dependemos das "bolsas". É má fé mesmo! Política é jogo de interesses e os menos favorecidos, no Brasil afora, sabem disso. Viva o nordeste!Viva o Brasil! Viva a democracia!

    ResponderExcluir