quarta-feira, 30 de março de 2011

Para Lamentar (texto)

Que o Para Lamentar Jair Bolsonaro do PP/RJ é um idiota, não é novidade pra ninguém, ou pra quase ninguém. Mas tenho percebido, nesses últimos meses, que ele tem dado declarações, no mínimo, curiosas. 
Parece que o ilustre deputado tem se sentido ultrajado pela presença de homossexuais, sugiro que ele procure no âmago das próprias inclinações sexuais as razões para justificar  tanto ultraje.
Fico desconfiado que as suas noites estejam sendo atormentadas por fantasias sexuais inconfessáveis. Ou ele não estaria tão incomodado com a sexualidade dos outros. A foto aí acima é para contribuir com essas possíveis fantasias.
Porque até onde sei, pessoas bem resolvidas sexualmente não ficam preocupadas, por exemplo,  se a colega de trabalho é apaixonada por uma mulher, se o vizinho dorme com outro homem?
Negar a pessoas do mesmo sexo permissão para viverem em uniões estáveis com os mesmos direitos das uniões heterossexuais é uma imposição abusiva que vai contra os princípios mais elementares de justiça social.
Mais antiga do que a roda, a homossexualidade é tão legítima e inevitável quanto a heterossexualidade. Reprimi-la é ato de violência que deve ser punido de forma exemplar, como alguns países o fazem com o racismo.
(a partir do texto de Dráuzio Varella - publicado aqui neste blog no dia 10 de dezembro de 2010)

3 comentários:

  1. Idiota, boçal, nazi-fasci. Do que mais se pode chamar esse ser escroto??? Suas declarações racistas e homofóbicas (cujo histórico é extenso) ferem, entre outros, um dos mais caros princípios da nossa Carta Magna: o princípio da dignidade humana, o qual estabelece o respeito absoluto à identidade e à integridade do ser e consagra um direito humano fundamental. Além de princípio constitucional, este é, antes de qualquer coisa, um princípio universal, um valor inerente à pessoa humana. Lamentável que um cara como este ocupe uma cadeira no legislativo e, pra piorar, ainda integre a CDHM da Câmara. Espero que haja clamor popular suficiente, além da iniciativa da OAB/RJ e de outros parlamentares já manifestada, para que Bolsonaro seja cassado em razão destas atitudes que configuram um patente desrespeito aos direitos humanos e à nossa CF, incompatíveis com o cargo que ocupa. Inaceitável a permanência deste cara no legislativo brasileiro. Inaceitável este tipo de conduta num Estado DEMOCRÁTICO de Direito. É necessário mobilização popular por parte principalmente da comunidade LGBT, dos afrodescendentes deste país (que são a maioria), instituições representativas de classes (especialmente jurídicas e educacionais) e quaisquer pessoas que tenham consciência de que atitudes deste tipo ferem a dignidade de todos, indistintamente, e representam uma ameaça à sociedade como um todo. No atual estágio de maturidade sócio-político-cultural de nosso país (como em boa parte do mundo), as coisas podem mudar para melhor somente através do grito daqueles que são vítimas da intolerância e do desrespeito e/ou que detém sensibilidade e conhecimento suficientes para saber da importância de se promover uma mudança nos padrões ético-valorativos da nossa sociedade ainda excludente, cujos ideais de justiça e fraternidade ainda passam longe de contemplar/satisfazer a todos.
    Alex, um grande beijo. Adoro seus textos.

    ResponderExcluir
  2. confiram e comentem essa postagem! obg Caro Sr. deputado... e Sr. Colunista... http://t.co/fpR4rkX

    ResponderExcluir
  3. É lamentável que ainda tenhamos no convívio pessoas desta índole.

    Adorei o blog.
    Já estou seguindo.

    ResponderExcluir