sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Da Série Contos Mínimos

Não sabia como dizer. Não sabia, de verdade. Nem sabia se devia. Sabia do medo quando chegasse a hora de voltar a estar sozinho. Era medo, apenas. Foram tantos anos assim sem. E tinha sido muita sorte encontrá-lo. Um encontro desses que raramente acontecem. E ele acreditou. Mas ficava apenas no dia seguinte. Naquele dia de tanta distância. Do medo que sentiria só de pensar que de repente...

Nenhum comentário:

Postar um comentário