quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Mais uma vez, o Policial Militar (texto)

É ver para crer, ou como diria São Tomé, só acredito vendo. Será que quando Ele disse isso, estava se ferindo à polícia militar brasileira? É possível que sim.
Mais uma vez, policiais militares do Rio de Janeiro envolvidos em irregularidades (ou assassinatos, sequestros, extorsão, roubos, desvios etc.). Não que isso pudesse causar alguma surpresa, bem ao contrário. Acho até que é mais regra do que exceção. O que se viu, ouviu nesses últimos anos, não está no gibi (para se usar uma expressão antiga e que traduz, em termos temporais, o tanto que a corpoção pisou na bola - a agora, para completar o sentido, uma gíria da marginalidade carioca, já que o resultado parte de uma soma quando deveria ser subtração).
Policiais militares presos escoltando bandidos, ou melhor, bandidos fardados (já virou lugar comum isso) com bandidos bandidos.
No mínimo, o comportamento desses policias protegendo traficantes (foram presos na Gávea, bairro da zona sul da cidade, pela polícia federal quando escoltavam traficantes) mereceria cadeia, mas pelo visto isso é pouco, porque recorrente.
Será que a corporação tem cura?

Nenhum comentário:

Postar um comentário