sexta-feira, 22 de junho de 2012

Alunos da Unioeste vão estudar em Portugal


Sete acadêmicos do 2º ano do curso de graduação em Letras do Campus de Cascavel da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) foram selecionados para estudar na Universidade de Lisboa, em Portugal.
A classificação dos alunos se deu após inscrição em edital do Programa de Licenciaturas Internacionais (PLI) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação (MEC).
O projeto da Unioeste aprovado pela Capes tem como título “Programa de Licenciaturas Internacionais: Desenvolvimento e formação de professores de língua portuguesa na Unioeste – Melhoria do ensino e da qualidade na formação inicial” e é coordenado pelo professor Alexandre Sebastião Ferrari Soares, do curso de Letras.
O Programa de Licenciaturas Internacionais visa elevar a qualidade da graduação, com prioridade para a melhoria do ensino dos cursos de licenciatura e a formação de professores por meio da ampliação e da dinamização de ações voltadas para a formação inicial e para a implementação de novas diretrizes curriculares – com ênfase na educação básica.
Em todo o País 64 instituições foram selecionadas e suas propostas tiveram avaliação da Capes/MEC e atenderam aos requisitos do PLI. Além de Lisboa, são oferecidas vagas nas universidades de Coimbra, Porto, Aveiro, Évora, e Universidade de Trás-os-Montes, entre outras.

Dois anos 
Os sete acadêmicos da Unioeste, selecionados a partir de análise de currículo e entrevista, seguirão para a Universidade de Lisboa no mês de setembro próximo, onde deverão permanecer por período de 24 meses, até concluírem a graduação. Os selecionados irão receber bolsa no valor de 1,1 mil euros, oferecida pela Capes.  
De acordo com o professor Alexandre Soares, os alunos inscritos no programa terão até o dia 17 de julho para preencher formulário específico e apresentar, para efetivar inscrição, o histórico da graduação, histórico do ensino médio e histórico do ensino fundamental, juntamente com o atestado médico/psicológico e declaração de bolsista integral.

5 comentários: