sábado, 9 de agosto de 2014

Dentro das palavras



Dentro das palavras há a possibilidade do universo.
E por isso, elas não são nada. Sozinhas, não dizem nada.
Estão apenas por aí, vagando em torno delas mesmas.
Voam como moscas sobre qualquer sentido: um qualquer que lhe dê vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário