domingo, 3 de agosto de 2014

Um grande espaço vazio

Bem, hoje o Alcemar (meu companheiro de apartamento nesse ano em Portugal) foi embora. Bem cedinho nos despedimos e nos falamos logo em seguida para eu saber se tudo estava certinho com as bagagens e com a viagem de volta. Depois disso, voltei para a cama.
Assim que (re)acordei, achei o apartamento muito grande, foi a primeira vez que senti isso em relação a esta casa: grande demais, muito espaço para pouca gente. Estou outra vez sozinho.
Não que isso já não tivesse acontecido por aqui, mas ele sempre voltava, né? Ou eram as férias, ou alguma viagem que ele fazia, para um dia estar de volta. Dessa vez não. Dessa vez nos encontraremos apenas em Cascavel quando eu tb retornar para o Brasil.
Aí, resolvi preencher este espaço com alguma atividade que me ocupasse por algum tempo. Desci um andar, mudei mais uma vez de quarto, reorganizei as minhas coisas (aproveitei para mais uma vez retirar o excesso) e a tarde foi embora como um passe de mágica: minha cabeça centrada apenas nessa mudança para o mesmo apartamento.
Varri, lavei, troquei de lugar, tirei o pó: a maior limpeza talvez deva ser feita em outro lugar. Por hora, não estou pronto.
Bem, por hoje acho que o trabalho braçal terminou. Vi que há ainda algumas coisas para colocar no lugar, mas fiquei muito cansado de tanto subir e descer. Bem, a limpeza de domingo está finalizada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário