segunda-feira, 13 de abril de 2015

Associado

Resultado de imagem para professor associadoPela segunda vez, nessas datas acadêmicas, não vou ligar pra D. Heloísa avisando que mais uma etapa ficou pra trás. Era para ela que eu ligava na sequência de uma defesa, uma conquista, um nível que eu  atravessava nesse percurso acadêmico. Foi assim na graduação, no mestrado e no doutorado. Bem, depois disso, só em pensamento.
E ela ficava, de verdade, mais feliz do que eu. Era como se ela tivesse conquistado alguma coisa. E talvez fosse mesmo uma conquista pessoal em virtude do tanto que ela fez pra que eu estudasse. 
Lembro-me do mestrado, fase complicada. Eu achando que nunca ia terminar a pesquisa... aquilo fazia tão pouco sentido e eu ali desacreditando a cada nova versão que o trabalho ia ser finalizado. Depois da defesa, ligo imediatamente para ela, ela me diz alguma coisa assim: "Eu estava desde cedo aqui concentrada, com pensamentos positivos, enviando boas energias pra vc." Eu ria e dizia: Que exagero D. Helô! E agradecia sempre pela força que eu recebia, mesmo não sendo sensível suficientemente para entender de imediato o que aquilo significava durante o processo.
Bem, as coisas hoje me parecem tão diferentes, ando menos ansioso, é verdade, mas não menos animado com uma outra conquista, por mais simples que ela possa parecer. 
Amanhã mais uma etapa nesse lonnnngo processo: ascensão à classe de professor associado. Não é nada demais, é apenas mais uma etapa depois de 8 anos de conclusão do doutorado (no meu caso, nove anos depois).
Estou bem feliz por isso. E amanhã, depois da banca vou falar com D. Helô da maneira como eu posso e dizer a ela o quanto aquele investimento todo em educação valeu. Obrigado por tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário