terça-feira, 12 de maio de 2015

Da Série Contos Mínimos

Aquele som me acalmava como nada e ninguém havia conseguido nos últimos anos. Pena mesmo era não conseguir reproduzi-lo sem que a angústia da busca me consumisse a paciência. Era, então, uma via de mão dupla: eu precisava me estressar para me acalmar por algum tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quando o amor acontece

O amor se instala como se fosse permitido invadir o coração do outro. Ele não se avisa. Está e pronto. E muda quase tudo. Se arvora como se...