segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Da Série: Músicas que me tocam

Hoje fiquei em casa me lembrando e ouvindo músicas que falam sobre "levantar a poeira e dar a volta por cima" ou "sobre as voltas que o mundo dá" ou "nada como um dia atrás do outro". Meu deus, como temos músicas sobre isso no cancioneiro popular! 
A primeira que me veio à cabeça foi Olhos nos Olhos de Chico Buarque e os versos "Olhos nos olhos, quero ver o que você faz ao sentir que sem você eu passo bem demais". Isso é lindo! Produz a sensação de que o tempo é definitivamente o melhor remédio pra tudo. Toda a letra desta música é incrível. É uma bofetada atrás da outra: "Me pego cantando sem mais nem porquê" ou "Quero ver como suporta me ver tão feliz."
E aí vou de uma lembrança a outra. Alcione canta "Nada como um dia atrás do outro, tenho essa virtude de esperar". Beth Carvalho, em Vou festejar, canta os versos "Chora, não vou ligar, não vou ligar, chegou a hora, vais me pagar" num refrão que produz uma satisfação de quem se sente vingado por uma traição.
Vingança de Lupicínio Rodrigues, interpretada por Bethania, tem os seguintes versos: "Eu gostei tanto/ Tanto quando me contaram/ Que lhe encontraram/ Bebendo e chorando/ Na mesa de um bar/ E que quando os amigos do peito/ Por mim perguntaram/ Um soluço cortou sua voz".
Na sequência, Tola foi você de Angela Ro Ro, e os seguintes versos: "E se eu mudei devo a você/ Todo desamor que a vida me ensinou/ Coração aberto, felicidade perto, sou toda amor."
E não tem fim esta lista e vejam que estou apenas apostando na memória.
Ouça, interpretada por Maysa diz o seguinte: "Quando a lembrança/ Com você for morar/ E bem baixinho/ De saudades vc Chorar." Ainda tem Orgulho de um sambista, por Adriana Calcanhoto, com os versos: "Meu povo inteiro chorou e vc sorriaPois trocou nossa escola de temposPor um simples amor de três diasSufoquei minha dor em sorrisos para não chorarTudo isso ajudou minha escola a ganhar."
Eu, pelo jeito, poderia ficar mês e meio escrevendo partes de músicas da MPB sobre o amor que vai e a superação da dor. Acho que dá pra ter uma ideia do tanto que se fala sobre perdas amorosas, vinganças, etc etc etc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário