quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

E depois?

Depois é o que contam da gente: pode ser alguma coisa ou coisa alguma. Depois é memória.  Depois é apenas memória.  Depois não há futuro fora das amarras das lembranças dos outros. Depois de nossa estadia, passagem, não há história. E depois é o que a gente deixou por aqui, seja através dos filhos, dos discos, dos livros, dos textos que escrevemos. Até que a frequência dessa lembrança se esvaia com-ple-ta-men-te.

Nenhum comentário:

Postar um comentário