quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Da Série: Contos Mínimos

Às vezes, sem saber o porquê, ele não se sentia amado. Sentia-se abandonado, mesmo quando nada disso acontecia. E ao ouvir de uma amiga a história de um pontinho numa folha em branco fez alguma diferença. Disse-lhe ela: _Você decide se olha apenas para o pontinho ou para todo o resto da folha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário