domingo, 11 de maio de 2014

Da Série Contos Mínimos

Hoje não nos falamos. Não, pelo menos, do jeito que se fala quando se está longe: não fiz nenhuma ligação, não enviei uma mensagem para o seu celular. Nos conectamos de uma forma mais sofisticada e com menos ruídos e interferências. Nos encontramos por um canal direto: metades que se chamam saudades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aquela mão

Sabe aquela mão que vc segura quando é criança e se sente seguro? Tava precisando de uma assim. Nos resta , depois de adulto, apenas a poss...