segunda-feira, 28 de abril de 2014

Enquanto escrevo...

Ando pensando seriamente em excluir a minha página do Facebook. São tantas as razões que nem vale muito ficar aqui explicando cada uma delas. 
Ando muito incomodado com as postagens de alguns amigos e de alguns conhecidos e sei que nem vale mais bater boca porque cada um sabe a sua dor e a sua delícia. Cada um goza por onde pode.
A minha resistência seria apenas pela perda do contato com pessoas que de outra forma eu sei que não vou esbarrar por aí. E os bons textos compartilhados, as boas músicas postadas, as fotos, as novidades do Brasil e do mundo. Fora isso, nada me prende às redes sociais. Talvez eu tenha alguns bons motivos para não me desligar do Face
Ontem excluí um conhecido porque achei que estava me incomodando muito o que ele andava postando e, infelizmente, não havia alternativa para não ter acesso aos seus compartilhamentos. Primeiro deixei de segui-lo, mas nem assim deixei de "acompanhar" a sua posição coxinha#direita#foraPT. Um saco!
Outra coisa é ser obrigado a acompanhar a rede que se transforma em diário depressivo ou culto religioso
De um lado são as indiretas que ninguém faz ideia para onde está apontada ou as reclamações da vida. #porcariaddia#porcariadnoite#ninguémeama#ninguémequer. Saco transbordando! 
Do outro, os católicos extremistas ou os protestantes fanáticos. Por que não se pode ser religioso sem querer converter o mundo? #fanatismo#cegueira#doença# Saco cheio!
Bem, enquanto escrevo vou (re)pensando melhor no que fazer. Sei que o meu saco anda cheio de tanta coisa que não acho necessário encontrar mais para pirar de vez. 

domingo, 27 de abril de 2014