sábado, 1 de agosto de 2009

Era uma vez (texto)

Já faz muito tempo que queria recontar a história dessas minhas fotos. Recontar é mais divertido que lembrar.
Não tenho nenhuma foto de quanto eu era um bebê. Meus pais estavam se separando e, é claro, não tinham cabeça para pensar em fotografias.
A foto mais antiga que tenho é esta primeira aí
. Eu tinha 3 anos e estava na praia com a minha mãe.
Ele me disse que era para ficar ali parado para uma foto e eu, sempre envergonhado, fiquei nessa pose de soldado. Sentido!
Lembro-me muito dessa sunga de praia: preta e branca. Não me lembrava dessas pernas tortas.
Nesta aqui, à direita, eu só fiquei quieto porque o fotógrafo me deu esse gatinho de plástico para segurar. E ri porque ele mandou que eu olhasse o passarinho. Eu estava bem mal-humorado neste dia e fiquei ainda mais porque a minha mãe me obrigou, praticamente, a tomar banho (que eu odiava) e trocar de roupa para fazer algumas fotos.
Esta outra aqui à esquerda (na qual estou sem camisa) foi tirada em frente a nossa casa, no Rio. Tínhamos este short até pouco tempo atrás. O cinto era costurado nele. E ele era salmão. Praticamente um gordo.
Nesta outra, carnaval, naturalmente. Ou alguém pensa que no Rio de Janeiro andava-se dessa maneira? Não sei de onde minha mãe tirou a ideia de colocar esses colares dourados no meu pescoço. Todo ano eu batia cartão nos bailes infantis vestido de índio.
Mais por conta dos cabelos pretos e lisos do que por vontade. Eu adovava o carnaval! Minha mãe tb gostava muito de estar ali comigo (eu acho).
Nesta última aqui, eu e o filhote do cachorro dos meus avós. Gostava muito de cachorro, mas o que eu mais gosto nessa foto é o conga azul marinho. Eu estava sentado numa mureta na varanta e a foto foi tirada por um dos meus tios (irmãos de minha mãe).
Acho que era um momento de paz que eu proporcionava. Ficar ali sentando esperando o click da máquina fotográfica. O nome do cachorro era Boock. Um vira-lata que eu não deixava em paz enquanto eu estivesse nos meus avós.

3 comentários:

  1. Qui bunitinho, meu Deus!
    Vc anda relembrando o passado heim amigo!
    Mais bjs.

    ResponderExcluir
  2. cara,eu ia rir de suas fotos, porque elas lembravam algumas minhas,mas, no fim deu vontade de chorar, por lembrar de momentos bons que não irão voltar mais...

    ResponderExcluir
  3. lindo demais...que viagem heim?

    ResponderExcluir