sábado, 12 de dezembro de 2009

Da Série Contos Mínimos (texto)

Ela era do tipo que escrevia cartas anônimas: a dissimulação em pessoa. E sabia que eu sabia quem ela era. Tratava-me bem, quero dizer, como os dissimulados se comportam. Cumprimentos, olhares de lado, comentários. Sua vida era medíocre.

3 comentários:

  1. Vou ouvir o Cd do Roberto essa semana. E a série continua ótima.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Só pessoas medíocres escrevem cartas anônimas...aliás, só os medíocres tem medo de assinar seu próprio nome....vai que assina errado?
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Melhor não dizer nada do que não ter coragem para se assumir o que se diz.

    ResponderExcluir