sexta-feira, 26 de abril de 2013

Portugal: Lisboa, Santarém e Cascaís

Faz muito tempo eu não passo por aqui. E isso não é alguma coisa positiva, definitivamente. Acontece que a vida anda num ritmo tão acelerado que mal tenho conseguido dar conta das minhas obrigações. E, é claro, que o prazer de escrever, mesmo sobre o prazer de algumas experiências, vai ficando pelo caminho.
Acabei de chegar de Portugal. Fui a Santarém (antiga Scalabis, foi conquistada a 15 de março de 1147, por D. Afonso Henriques. Num golpe audacioso, perpetrado durante a noite, a cidade caiu na posse de um escasso exército reunido pelo Rei de Portugal.
Esta cidade muito antiga terá sido contactada por Fenícios, Gregos e Cartagineses. A fundação da cidade de Santarém reporta à mitologia greco-romana e cristã, reconhecendo-se nos nomes de Habis e de Irene, as suas origens míticas. Os primeiros vestígios documentados da ocupação humana remontam ao século VIII a.C..) participar de um congresso sobre o ensino de língua portuguesa.
Dessa vez, fui sozinho, mas encontrei com velhos e queridos amigos. E foi divertido demais estar com eles durante uma semana e meia.
Além do evento, encontrei os alunos do Programa de Licenciaturas Internacionais que estão na Universidade de Lisboa. Foi muito bom vê-los todos bem, alegres, saudáveis, bonitos e dispostos. Uns até pensando em não voltar para o Brasil (pode isso?!).
Conheci tb Cascaís. Cidade litorânea, um céu azul que tomba sobre a gente. Ainda não tenho disponíveis as (minhas) fotografias, mas logo as tenhas, disponibilizarei aqui para compartilhar o que vi.



Viajar sempre é bom, né? 
 

Um comentário:

  1. Olha, foi tanta informação sobre Santarém que já estava achando que o congresso no qual vc tinha participado tinha sido no século VIII a.C...

    ResponderExcluir