quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Da Série Contos Mínimos

De fevereiro até novembro, ele pensou apenas em morrer. Nesse longo e tenebroso tempo, por diversas vezes, achou que a melhor solução para as suas angústias seria por fim a própria vida. Não o fez. E não sabe até agora o motivo de não tê-lo feito. Se morrer fosse apenas abrir aquele portão que estava ali diante dele, ele certamente o teria atravessado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário