sábado, 26 de dezembro de 2015

Da Série Contos Mínimos

Era Natal, e daí? Ele estava sozinho e a vida continuava exatamente como esteve ontem ou estará amanhã. Não era um feriado, um hiato no tempo. Era o que ele tinha, era o que ele era.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aquela mão

Sabe aquela mão que vc segura quando é criança e se sente seguro? Tava precisando de uma assim. Nos resta , depois de adulto, apenas a poss...