sexta-feira, 24 de abril de 2009

Mulheres e frutas (texto)

É claro que não sou nenhum bastião da moralidade. Longe de mim (longe mesmo) parecer que ando querendo organizar a maneira como as pessoas (neste caso particular, as mulheres) se mostram ou devem se comportar, mas tenho achando deprimente essa onda de mulher-fruta: melão, melancia, moranguinho, jaca e maçã. Não consigo achar nenhuma graça nisso. Na verdade nem tentei. É que, nessas horas e em outras tb, me lembro da Rita Lee e da Zelia Duncan quando, na letra da música Pagu, escrevem que "Nem toda brasileira é bunda" efetivando um outro sentido para as mulheres, bem longe dos estereótipos de mulher-objeto e porque não mulher-fruta.
Mas o que eleva o "ibope" nem sempre é o menos degradante. Depois a gente reclama do país do carnaval, da maneira como somos levados à sério, da sexualidade precoce. Quanto moralismo!!!!

Um comentário:

  1. Oi bonitinho!
    Já ia elogiar, falar que vc foi lá em casa e comentou sem eu pedir, mas ai me lembrei que andei te ameaçando com um tamandua de moleton uns posts atrás.
    Agora falando sério, eu assinava uma revista feminina que achava menos boba que as outras até que não deu mais.Minha filha ficou curiosa e me perguntou o porque do cancelamento, então munida de alguns exemplares lá fui eu explicar para minha filha de nove anos que toda revista feminina hoje e ontem tb tratam a mulher como objeto. Exemplo:
    se vc tiver um bumbum assim não vai ter pra ninguém, 150 maneiras de enloquecer seu homem na cama, emagreça 5 quilos em uma semana e fique feliz com vc mesma, se vc não possui essa roupa não será ninguém.
    Sei que ela lê algumas reportagens então falei da minha responsabilidade como mãe em educá-la para ser uma mulher linda,inteligente e com bons hábitos de saúde física e mental e não para ser simplismente um objeto para ser consumido. E além do mais quem derá se ser magra e estar sempre na moda fosse garantia de felicidade eterna. Nunca fui magra, sempre andei arrumadinha e perfumada isso é verdade, mas mesmo fora dos padrões que a mídia impõe como o verdadeiro, minha "fila" sempre andou bonitinho, e sempre os mocinhos mais interessantes, porque gente boba cansa muito.
    A "fila" só parou quando eu quis e eu nunca precisei de lipoaspiração para ser feliz. (olha a rima ai).
    Falei pra chuchu hoje né?
    Bjs.

    ResponderExcluir