quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Estar livre (texto)

Ontem uma amiga, uma grande amiga (os grandes amigos estão por perto nesta hora, ou através de orações, ou através das inúmeras ligações que ando recebendo, isso faz bem.) me disse que eu deveria encarar toda essa situação com a maior serenidade possível. Disse-me que a minha mãe não é apenas o que eu vejo ali deitada numa cama sem andar, falando muito pouco, não se alimentando, mas que ela é muito mais do que eu posso e consigo ver. Disse-me tb que eu preciso pedir tranquilidade para poder ajudar...é o que ando fazendo...
Hoje, bem cedo, assim que acordei, fiquei ao lado dela e ela me disse, bem baixinho, que quer ficar livre.

Um comentário:

  1. Isso me lembrou as palavras de Facundo Cabral: “a vida não te tira coisas, a vida te liberta de coisas. Te alivia para que voe mais alto, para que alcances a plenitude. Do útero ao túmulo, vivemos numa escola, por isso, o que chamas de problemas são lições.” Temos tanto a aprender cada dia... a ter fé, a amar... bjs Greice

    ResponderExcluir