segunda-feira, 18 de abril de 2011

Em torno de uma mesa (texto)

Já era para eu estar dormindo, ou, pelo menos, me praparando para isso. Hoje o dia foi puxado, além de Sobrados teve Mucambos. Não parei um minuto, mas nem posso reclamar. Muito bom, muito agradável meu final de noite. Acho que posso dizer mais, muito bom esse final de semana.
Fazia tempo que eu não tinha por aqui dias tão intensos. Algum tempo sem pessoas interessantes que me tirassem de um certo lugar de conforto, aquele de ficar sozinho ouvido a minha música, ou vendo o meu filme, ou escrevendo o meu texto, ou lendo qualquer coisa. Bom poder sair desse meu-mundo-igual-de-todo-fim-de-semana. Não é uma reclamação, de jeito nenhum!, não fico em casa por falta de opção, fico porquer gosto (fi-lo porque qui-lo).
De qualquer forma, aproveito para pensar um pouco no que ouço por aí, para haver diversão nem é preciso tanto malabarismo, mágicos, trapezistas, globo da morte, um pequeno comitê reunido em torno de uma mesa é suficiente.

2 comentários:

  1. A vida é uma festa e deve ser celebrada sempre!!

    ResponderExcluir
  2. A nosso felicidade se encontra dentro de nós, e não nos outros, mas dividir é sempre majestoso. ótima semana beijos

    ResponderExcluir