segunda-feira, 25 de julho de 2011

Duas ou três palavras sobre a morte de Amy (texto)

Tudo bem que a morte da cantora Amy Winehouse era uma questão tempo. E qual não seria? É claro tb que pelo que se via nos meios de comunicação, ela não levava uma vida, digamos, muito religiosa.
Tudo isso era sabido. Tudo dito. Tudo previsto etc. & tal, mas não posso dizer que não me surpreendi (ou me conformei) com a notícia de sua morte. De jeito nenhum.
Gostava muito do repertório, me divertia com o seu jeito meio foda-se de ser, ouvi sem parar, durante meses, "Back to black", revi, diversas vezes, o DVD desse disco. Me emocionei muito com as suas letras. Fiquei triste quando, por sms, o namorado me escreveu sobre a sua morte.
Quem sou eu para julgar o seu comportamento. Nos matamos de outras formas. Vivemos um dia de cada vez na esperança de estarmos bem psico_fisicamente. E nem sempre estamos. Às vezes nos atolamos, até o pescoço, de açúcar, de gordura, de cigarro, de bebida, de alimentos agrotoxicados, como se isso não nos fizesse mal algum. Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é.

Um comentário:

  1. Nossa Até que enfim alguém sensato !! Adorava a Amy e não aguento v a mídia sensacionalista culpando criticando-a isso é irritante, acompanhava a carreira dela, e o que ela fazia da vida era por motivos que só ela sabia, não podemos julgar!
    E outra, agora nas redes Sociais a Hipocrisia de alguma pessoas me mata, exemplo disso é agora que a mulher morreu colocam no status '' Luto Amy, triste Amy morreu e bla blá'' Quando a Mulher era viva sentavam o pau !! Aff não tenho Paciência !! rs

    Desculpa o desabafo !!

    Beijos

    Visita ? http://taiisfalcao.blogspot.com/

    ResponderExcluir