terça-feira, 2 de setembro de 2014

Da Série Contos Mínimos

Ela gostava muito de dinheiro e fazia qualquer coisa para consegui-lo. Não importava se era preciso vender a mãe ou rifar o pai. Nada disso era importante diante do vil metal. A "saudosa" mãe que se salvasse sozinha se a impedisse de ganhar um pouco mais de grana. Na verdade, nada mudaria sua vida, porque era pobre de espírito, mas contentava-se com migalhas como todos os miseráveis espirituais o fazem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quando o amor acontece

O amor se instala como se fosse permitido invadir o coração do outro. Ele não se avisa. Está e pronto. E muda quase tudo. Se arvora como se...